Acesse também nas redes sociais: 

Marketing do Reino 

24 JAN 2015
24 de Janeiro de 2015

A notícia a respeito dos feitos de Jesus se espalham mais e mais, e após ressuscitar o filho de uma viúva, é a vez dos discípulos de João contarem a ele a cerca desse grande “homem”, ou melhor dizendo, Filho do Homem, como Ele mesmo costumava de denominar.

Não sei bem se João teve dúvidas a respeito de que Jesus era o messias esperado ou se queria apenas uma confirmação da parte do Senhor, o fato é que sabendo ele de tudo que estava acontecendo envia dois de seus discípulos a Jesus para perguntar-lhe:

– És tu aquele que há de vir ou havemos de esperar outro?

Diferentemente do que costumava orientar àqueles que eram curados por Ele, ordenando que não fizesse propaganda como fez ao leproso (Mateus 8:4), que não divulgasse como o fez ao cego (Marcos 8:26), que não contasse para ninguém a respeito do milagre recebido, que não fizessem marketing pessoal dele… Ao receber ao discípulos de João, Jesus age diferente e diz:

– Ide contar a João o que vistes e ouvistes: os cegos veem, os coxos andam, os leprosos ficam limpos, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, aos pobres anuncia-se-lhes o Evangelho.

O nosso Senhor sabia muito bem quem era João, e o seu papel como homem, profeta, e preparador do Caminho para a chegada do Reino de Deus na terra. Aqui o nosso Cristo não está mandando recado para qualquer um, não está fazendo publicidade de si mesmo como costumam fazer alguns que se dizem seus seguidores, Ele está apenas confirmando no coração daquele que tinha a voz que clamava no deserto quem realmente era. Para os seus Deus realmente se revela para melhor compreendermos os seus feitos, mas, para aqueles que se aproximam dele com outras intenções, a estes Ele fala através de parábolas (Mateus 13:34), de códigos e enigmas.

O que o leva a aproximar-se de Jesus? Será se você se deixa impressionar pela publicidade que fazem D’Ele, dando mais importância ao milagre do que ao dono do milagre?

Quem se aproxima de Jesus por interesse é semelhante a alguém que casa de olho na riqueza do futuro cônjuge, é como querer dar o golpe do baú, só que com Deus. Será se o Criador não conhece os corações e suas reais intenções? Eu não tenho dúvidas que sim! Deus sonda nossos corações e se nossos motivos não forem bons, só iremos receber aquilo que o próprio mundo e seus mestres tem para oferecer, e olhe lá.

Ou será se você entende que é pecador e que carece da glória de Deus e sua misericórdia em sua vida?

Há meu querido, minha querida, se você entende isso, então Deus se manifestará a você em graça e amor consolando a sua alma e ensinando-o a caminhar em fé!

Texto base: Lucas 7:18-23

Fonte: Gospel +
Voltar

Início      A rádio      Programação      Blog      Galeria      Contato